17 de outubro de 2011

A Senhora do Rosário...


A Sara preparou tudo ao pormenor.
Enquanto estávamos na sala à espera da malta para iniciar mais um encontro diferente, a Sara deixou-nos com uma missão: delinear se haveríamos de fazer o magusto só connosco, ou se chamávamos os nossos pais e amigos.
Após esta tarefa ser concretizada, a Sara voltou e vendámos os olhos, pois uma surpresa estava preparada... mas o que seria?
Uma coisa era certa, mais uma noite diferente estava à nossa espera, mas tanta curiosidade. O que seria? Porque vendámos os olhos?
Claro que a Sara não nos dizia a resposta, mas fez uma coisa engraçada. Formámos uma fila, era mais uma lagarta a andar, pois éramos muitos de olhos vendados, sem saber onde ela nos iria conduzir. Mas onde estamos? Já saímos da sala? Oh Sara onde vamos? Vamos lá fora? Cuidado Sara, mais devagar para não nos perdermos!
Nisto a Sara só se ria das nossas figuras, e o pior foi subir e andar às voltinhas na rampa da igreja. Anda lá Sara, pára, estou a ficar tonta com as estas voltas todas!
E finalmente a Sara parou e disse: agora calma, silêncio... E entrámos na igreja, mas pensam que tirámos as vendas? Enganam-se.
Quando chegámos ao ponto certo, sentámo-nos com a ajuda da Sara e ela disse: ouçam a música, o silêncio, relaxem e abstraiam-se do que vos rodeia, do mundo lá fora. Agora é só nós próprios e mais ninguém…
Entre uma série de pensamentos, tirámos as vendas e estávamos sentados em frente a um altar preparado por ela, em frente a Maria. Sentimo-nos como se fossemos os pastorinhos no qual estávamos a receber uma mensagem dela, como em outra hora foi.
Depois a Sara falou-nos do milagre do sol que ocorreu no dia 15 de Outubro de 1917 e lemos um texto acerca dele. Falámos sobre os pedidos que os pastorinhos fizeram naquela altura com tão pouca idade, e o que é que nós pediríamos se fosse hoje, a Maria. Reflectimos ainda sobre o significado do terço, sobre os Mistérios e a forma de o rezar.
Assim, rezámos em conjunto um Mistério (dezena) Gozoso, próprio do Sábado, e cantámos alguns cânticos a Maria. Depois, demos então a nossa oração e o nosso encontro por encerrados.
Arrumámos as coisinhas e voltámos a Sala Nautae, onde os nossos pertences estavam a nossa espera. Mas ainda não nos queríamos ir embora, então sentámo-nos nos sofás da Sala, a Linda e a Cristiana tocaram guitarra e a Lorine acompanhou com o seu mais recente filho/a sem nome, um ukulele, a música skyscraper da Demi Lovato. E depois?
Adeus, até Sábado, boas aulinhas para todos, e boa viagem para aqueles que vão para Longe. Se precisarem de alguma coisa estaremos aqui sempre. Beijinhos:)

E com muitos abraços e beijinhos á mistura, nos despedimos.
Sábado há mais, mas será que a Sara vai voltar a fazer surpresas? O que será que vai estar à nossa espera? Quem quiser saber, tem que aparecer:)
Sábado pelas 21:00h na igreja Matriz Nossa Senhora da Encarnação. Até lá!

0 comentários:

Publicar um comentário